A Unidade de Conservação Parque Estadual Campina do Encantado foi criada em 1994, e conta com 3200 hectares de área que integram a planície conhecida como Campina do Encantado.

Campina do Encantado

O local tem esse nome devido ao solo rico em substratos orgânicos mal decompostos, que concentram gás metano e geram uma chama que sai do chão, podendo chegar a 80 centímetros de altura. A fauna no local é bastante diversa, sendo possível, inclusive, visualizar espécies ameaçadas de extinção, como o Papagaio-da-cara-roxa.

Campina do Encantado

Parque localizado a 14 km do centro da cidade, possui um dos atrativos mais conhecidos do município: O “fogo que sai do chão”, que pode ser acessado por uma das várias trilhas do parque. Estas trilhas possuem diversos níveis de dificuldade.

Além da natureza, o núcleo da Campina do Encantado possui uma infraestrutura ampla para a recepção de visitantes, contendo área destinada para estudos.

 

Campina do Encantado

Diversas vertentes turísticas podem ser exploradas em Pariquera-Açu.
Fundada por imigrantes, a cidade possui fortes vínculos culturais por influência dos colonizadores europeus.
O turismo de saúde se faz presente, graças à existência do hospital regional, que atende munícipes de todo o Vale do Ribeira e ocorrências na Régis Bittencourt.
Os recursos naturais são abundantes, onde destacam-se os parques Municipal Casa de Pedra e Estadual Campina do Encantado, com suas trilhas e cursos d’água.
O esporte é tradicional, com eventos novos e já consolidados, como as rotas ciclísticas e corrida de rua.
O município, que também serve de portal de entrada para a região do Lagamar, está estrategicamente localizado em relação ao litoral, ficando a menos de 50 km da praia do boqueirão em Ilha Comprida, além da proximidade das cidades de Iguape e Cananéia. Outra característica favorável da sua localização é a de estar à uma hora de distância da caverna mais próxima, que se situa em Eldorado, no parque estadual do PETAR.

 

Criado pela Lei Municipal nº 651 de 5 de julho de 2017, o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) é um grupo formado por representantes da sociedade civil, da iniciativa privada e do poder público, para planejar de forma participativa o desenvolvimento do turismo de Pariquera-Açu, de constituição deliberativa.

Missão do COMTUR:
Buscar o envolvimento e comprometimento dos setores socioeconômicos do município, com a finalidade de fomentar a atividade turística no município.

Funções do COMTUR:
- Coordenação, incentivo e promoção turística no município;
- Propor medidas de amparo e difusão do turismo à Administração Municipal e sociedade civil;
- Criar campanhas que transformem a sociedade em agentes defensores da imagem turística, do patrimônio ambiental e cultural do município.
- Estimular atividades turísticas e culturais no município.

Arquivos para consulta:
- Lei nº 651.

O Plano Diretor de Turismo (PTD) é o documento que norteia o desenvolvimento turístico do município de Pariquera-Açu.

Construído entre os anos de 2017 e 2018 por munícipes representantes da sociedade civil, da iniciativa privada, do poder executivo, além de uma equipe técnica, o plano reúne dados direcionados ao turismo, como informações sobre hotéis, restaurantes, dados históricos, geográficos, pontos com potencial turístico, perfil de turistas e diversas outras informações.

A elaboração do Plano Diretor de Turismo deu-se em aulas e reuniões abertas ao público ao longo de 4 meses, além de duas audiências públicas em que foram levantadas questões e sugestões pertinentes ao assunto.

 

Consulte o documento de 174 páginas na íntegra:
- Plano Diretor de Turismo.

O COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) realiza na próxima sexta-feira mais uma reunião aberta ao público, para discutir o futuro do turismo em Pariquera-Açu.

A reunião será no CECOPA a partir das 19 horas e tem como temas a votação para escolha do novo secretário ou secretária e a discussão do calendário de eventos.

 

© 2018 Prefeitura Municipal de Pariquera-Açu. Todos Direitos Reservados.